Caravana

Esta vida cintilante é como uma estrela da manhã
Um por do sol, ou as rolantes ondas do mar.
Uma gentil brisa ou  um relâmpago em uma tempestade.
Um sonho dançante por toda a eternidade.

A areia estava brilhando na iluminada manhã
E dançando nas dunas tão distantes
A noite guardou uma musica tão doce, tão longa
E lá nós descansamos até o dia raiar

Nós acordamos com o chamado para ir adiante
Nossos camelos esperavam de pé, nossas bolsas de viagem cheias
O sol estava nascendo no céu oriental
Ao mesmo tempo que partíamos para o lamento do deserto
Chamando, contando, arrancando você de casa

As tendas tornaram-se pequenas a medida que cavalgávamos pra longe
Na terra que contava de muitos dias passageiros
Os meses de paz e tantos anos de guerra,
As vidas de amor e tantas vidas de medo

Chamando, contando, arrancando você de casa

Cruzamos o leito de pedras do rio
E sobre as imponentes e tão conhecidas montanhas
Mais longe do que o vale, no árido calor
Até alcançarmos a Caravana

Que vida é esta que me empurra para tão longe
Que lar é este em que não posso residir
Que busca é esta que me empurra pra tão longe
Meu coração é completo quando você está ao meu lado

Letra e música: Lorena Mackenit  –  Tadução: Livres adaptações

Para você minha amiga, que retorna das Terras Verdes. Que seu regresso seja suave e a sua felicidade, eterna!

10 pensamentos sobre “Caravana

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s