Full moon

Sentado em um canto sozinho
olhando no fundo de sua alma
vendo a noite entrar pela janela
Tudo vai desmoronar essa noite,
a lua cheia está aqui de novo
Na saúde e na doença, a compreensão tão exigente
Não tem nome, há uma para cada estação
O deixa insano para saber
Correndo de tudo
“Estarei salvo no milharal”, ele pensa
Assombrado por si mesmo,
outra vez ele sente a lua se erguendo no céu
Acha um estábulo onde dormir
mas ele não pode se esconder mais
Alguém está à porta, a compreensão tão exigente
Isso pode estar errado, é o amor que não acabou
O deixa insano de novo
Ela não deveria trancar a porta aberta
(corra, corra, corra)
Lua cheia está no céu
e ele não é mais um homem
Ela vê a mudança Nele mas não pode
(correr, correr, correr)
Vê o que surge de seu homem… Lua cheia
Nadando através da baía,
a noite está cinza, tão calma hoje
Ela não quer esperar.
“Temos que fazer o amor completo esta noite…”
Na bruma da manhã, ele não pode mais lutar
Por mais de mil luas, ele vem uivando
Bate na porta, e grita que logo estará acabado
Bagunça no chão de novo…
Nós não devemos trancar a porta aberta
(corra, corra, corra)
Lua cheia está no céu
e ele não é mais um homem
Nós vemos a mudança nele mas não podemos
(correr, correr, correr)
Vê o que surge de seu querido homem
Vê o que surge daquele homem

Letra e Música: Sonata Arctica – Tradução: Livres adaptações

Gosto da música e do visual do Mangá Vampire hunter.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s